segunda-feira, 4 de junho de 2007

quem eu quero

Não esperava flores do meu amor,

Queria algo além de romantismo,

Talvez o que eu procurasse fosse um ser humano

Cultura nunca é demais

Não procuro quem me diz eu te amo,

Mas quem consiga conversar por sessenta minutos

Minutos esses sem falar de sentimento ou sexo

Sem perguntar como sou ou o que faço

O romantismo é o complemento da essência

Essência do amor.

Não procuro minha cara metade, já sou completa

Poderia até me autoamar em todos os sentidos

Mas procuro alguém que compartilhe comigo

Não só amor, mas palavras.

Não, não é um simples amigo.

É um ser humano capaz de compartilhar

Jamais somar ou dividir

Tão pouco me completar.

2 comentários:

Izabel Marina disse...

Amiga querida,

Amei essa linda poesia que vc escreveu sobre QUEM VC QUER.
Vc é uma pessoa muito especial e continue escrevendo. Acho que vc já pode pensar na idéia de um livro pois nós bipolares, além de muito inteligentes precisamos sobressair e merecemos sucesso como qq outra pessoa!
Bjssssssssss,

Bel

Xana disse...

Até que a paixão nos instrua
dançaremos como se dançasse
a lua
que enquanto gira sempre oculta
a mesma face
até mudarmos nossa roupa
para vestirmos a máscara
absoluta
da lua a face mais clara:
a outra.


Como entendo e sinto tuas palavras!

Beijo meu